quarta-feira, julho 14, 2010

MARCAS DA ADORAÇÃO


A.W. TOZER diz em seu livro “O PROPÓSITO DO HOMEM IDEALIZADO PARA ADORAR”, que se o homem não souber como adorar por intermédio de Jesus Cristo, nosso Senhor, o coração humano vai irromper como uma inundação que cobre suas margens e adorará. Se ele não for pela direção certa, ele irá pela errada, mas adorará.

“No céu, nossa canção será amiga das estrelas, no céu, JESUS pra sempre será o nosso Rei”, Nosso amigo poeta Janires, autor dessa frase, há vinte e dois anos partiu para o Senhor, mas suas palavras simples e profundas, geradas a partir de um relacionamento íntimo de adoração a Jesus Cristo, influenciaram uma geração de jovens. Até hoje, ela tem falado ao nosso coração, pois quando adoramos a Deus em espírito e em verdade, vamos além de nós mesmos, do nosso tempo na terra dos viventes. Assim, fazemos com que nossas palavras ultrapassem limites intelectuais, étnicos, profissionais, sociais... E se tornem marcas na alma daqueles que nos ouviram, ouvem ou ouvirão ao longo da história como as marcas que um arado deixa na terra, tornando-a pronta para receber a semente.

Não se consegue definir exatamente o que seja louvor e adoração, pois definir é dar significação, sentido, definição, explicar algo, e nosso louvor e adoração para aquele que nos amou, não pode ser definido com palavras. Somente mediante uma comunicação particular, íntima de espírito a Espírito, porque “Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.” (João 4.24) Esta é a gênese da nossa existência, devolver a Deus de espontânea e livre vontade todo amor que Ele dedicou a nós, criando-nos, amando-nos, comprando-nos a preço do Sangue de seu único Filho. E, com isso, nosso Deus nos restaurou ao plano inicial de comunhão com Ele, que fora quebrado pela insana decisão de agradar a si mesmo tomada por nossos progenitores Adão e Eva no Éden. Entretanto, por mais distante que o homem esteja do seu Criador, existe uma necessidade inerente a todo ser humano, que é a de encontrar a essência de sua existência, o próprio Deus. E isso nos atrai ao nosso início, a Ele.

Muito ouvimos sobre louvor e adoração, e muito mais ainda temos de ouvir para que nos aprofundemos em intimidade com Deus. Contudo, somente vivendo a experiência da verdadeira adoração, quando o kosmos material perde o sentido, as experiências karismáticas são minimizadas ante a sublimidade de acessar a gloria de Deus mediante a adoração, podemos discernir em espírito o propósito para o qual fomos idealizados por Deus. Propósito este que é adorá-lo em todo o tempo. Neste núcleo de existência, apenas a vontade de Deus faz sentido para nossa vida. Então, podemos entender as palavras de JESUS prestes a ir para cruz: “Aba, Pai, tudo te é possível; passa de mim este cálice; contudo, não seja o que eu quero, e sim o que tu queres.” (Marcos 14:36)
JESUS viveu a adoração perfeita e mesmo que a vontade do Pai, aos olhos do universo humano, fosse extremamente dolorosa, sua adoração perfeita o atraía não só realizá-la, mas Ele se alimentava dessa vontade suprema (João 4:34). Vontade essa que libertou definitivamente a humanidade do cativeiro das trevas, tornando-nos nação santa, sacerdócio real, povo de propriedade exclusiva de Deus, anunciadores das virtudes daquele que nos chamou das trevas para sua maravilhosa luz (1 Pedro 2.9).

Querido leitor, louvar e adorar a Deus é muito mais que cantar hinos. É, como já dito, ir além de nós mesmos para alcançar a adoração genuína. Jó conseguiu isso ao expressar estas palavras: “Quem me dera fossem agora escritas as minhas palavras! Quem me dera fossem gravadas em livro! Que, com pena de ferro e com chumbo, para sempre fossem esculpidas na rocha! Porque eu sei que o meu Redentor vive e por fim se levantará sobre a terra.” (Jó 19.23-25). Ao proclamar isso, ele não sabia que estaria influenciando uma era mais adiante de tudo que ele jamais poderia imaginar. Suas palavras não foram esculpidas na rocha com pena de ferro e com chumbo, mas gravadas pelo Espírito de Deus em milhares de corações com a pena da adoração verdadeira. Esta adoração que nos une a Deus e nos marca com as marcas de Cristo, com seu inefável amor de libertação e Salvação. Que esta seja nossa adoração a JESUS CRISTO, Autor e Consumador da nossa fé.

“[...] a ele a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém!” (Apocalipse 1:6)

3 comentários:

Abnaias disse...

BUSCANDO DEUS
Está escrito na
PALAVRA DE DEUS:
Deus será achado por quem O busca de todo o coração, todos os dias.
Deut. 4.29 ( 1.CRON.16.11 )
A Bíblia
a Palavra de Deus nos ensina a buscar ao Deus vivo que é Espirito vivo.
João. 4.23-24:
Mas a hora vem, E AGORA É, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade;
porque o Pai procura a tais que assim o adorem.
Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
Muitos ficam só na Palavra,ou melhor, na letra.Buscam a Palavra e não buscam o Deus da Palavra.Esquecendo de que..
Deus nos fez também capazes de ser ministros de um NOVO TESTAMENTO, não da letra, mas do espírito; PORQUE A LETRA MATA E O ESPÍRITO VIVIFICA.
(2.Cor.3.6)
A Palavra nos ensina e nos manda a buscar a Deus em espírito.
È claro que temos que ir para a igreja para ouvirmos a Palavra, porem se a Palavra não for pregada na unção do Espirito de nada valerá.
Não é a Palavra quem faz as obras,é o Deus da Palavra quem faz as obras pelo o seu Espirito.
È Deus quem age para cumprir a Palavra;
ela de si mesmo não faz nada.
Muitos crêem que Jesus só está na igreja na hora do culto. Vão para a igreja para se encontrar com Jesus.
Há até pregações deste tipo;
- Quando você aqui chegou Jesus já estava
- Jesus já estava aqui esperando por você
E por aí afora...
A verdade é que Jesus nunca está na igreja e nem fica na igreja. Ele está em todo e qualquer lugar em que os crentes se reunirem.
Mateus 18.20:
Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.
Ou seja, Jesus está na Igreja porque os crentes la estão.
Porque Ele está, habita e mora sempre no crente que é a verdadeira e única igreja Dele.
Quando termina o culto Jesus não fica na igreja, ou no local onde os crentes estavam reunidos, a menos que algum crente fique lá.
Quando termina o culto, Jesus continua no crente, e vai com ele para onde ele for, quer seja para a sua casa ou para outro lugar.
Muitos saem do culto com a sensação de que Jesus ficou La. Muitos não tem consciência da presença de Jesus em si o tempo todo.
Só sente a presença de Jesus no culto...Só buscam a Jesus no culto...
Outros pensam que Jesus só está com eles ali no momento em que estão orando, na igreja ou em casa...
Jesus está o tempo todo no crente, esteja o crente onde estiver, fazendo seja la o que for....

PORTANTO O CRENTE PODE E DEVE
BUSCÁ-LO
A TODO O MOMENTO ONDE ESTIVER
E VIVER EM COMUNHÃO
COM ELE!
TODOS OS DIAS, O DIA TODO!


do seu irmão em Cristo:
Abnaias Duraes
abnartes@bol.com.br

PS:Conte sempre com as minhas orações e também ore por mim!

Alexandre Pitante disse...

Paz do Senhor,

Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus continue lhe abençoando poderosamente.

Estou seguindo o vosso blog.

Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

Siga-nos também.

Fica com Deus.
Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.

Pr. Romney Cruz disse...

ola irmãos Abanias, e Alexandre, fico muito feliz com a visita e comentario de voces. Deus abençõe cada dia mais sua vida e ministerio.

Pr. Romney